Make your own free website on Tripod.com

 

Baile de Masquê


Baile de Masquê

Santo Antônio da Patrulha chama atenção pela beleza e riqueza de seu folclore, pela simplicidade e hospitalidade de seu povo, pelos casarios, conservação de seus costumes e fortalecimento cada vez mais forte de suas raízes, além de suas belezas naturais.

Na busca de suas raízes é citado o Masquê como um dos troncos mais frondosos da tradição.

É uma apresentação de danças do nosso folclore, realizada somente por homens mascarados (de homens e mulheres) formando pares. Apresentam-se geralmente em festas do Divino Espírito Santo ou do Padroeiro, da localidade onde dançam.

O número dos pares que se apresentam são oito, doze ou dezesseis, mais o casal "Barba-de-Pau". Este casal não dança com o grupo, mas é o principal encarregado da parte cômica. Correm, dançam, divertem as crianças e adultos durante todo o tempo. Ele apresenta-se com um macacão revestido de barba-de-pau. Ela, com trejeitos ora femeninas, ora masculinas; é escandalosa, divertida e engraçada.

Até hoje não se sabe com exatidão a origem do "Masquê" em nosso município. Sabemos que havia um instrutor há mais de cem anos, e que preparava todos os grupos para apresentarem-se em diversos municípios e localidades.